Lentes de contato dental: saiba mais sobre essa técnica


 

O que é a lente de contato dental?

As lentes de contato são trabalhos estéticos onde se cobre apenas a frente do dente, chamada região vestibular. Atualmente, o material utilizado é o dissilicato de lítio, muito mais resistente que as porcelanas tradicionais e por ser mais resistente, essa técnica pode ser feito em várias espessuras, inclusive as extremamente finas, que receberam o nome de lentes de contato.

Um dos grandes avanços que ocorreu nas lentes de contato, além do material em si, foram os produtos para colagem das mesmas. Os agentes de união entre dente e o dissilicato de lítio (lentes de contato dental) são extremamente eficientes, o que dá muita segurança aos profissionais e pacientes.

Dentes que necessitem de uma alteração muito grande em relação a cor ou posicionamento precisam receber desgaste um pouco maior no dente antes de realizar o procedimento.

 

Indicação para o uso das lente de contato dental

As lentes de contato dentais são indicadas para pacientes que têm dentes com:

- formato inadequado

- cor indesejada

- tamanho irregular ou para correção da posição dos dentes.

Ou seja, as lentes são indicadas para quase todas as necessidades de alteração da estética dos dentes, com a grande vantagem que o desgaste é leve ou até mesmo desnecessário e apenas na parte da frente (região vestibular) do dente.

Antes, era necessário desgaste total dos dentes e muitas vezes o desgaste era tão grande que era indicado realizar o tratamento de canal antes de se iniciar o tratamento, para que não houvesse risco de aquele dente posteriormente doer e o trabalho ser perdido.

 

O que preciso saber antes de optar pelo procedimento?

É muito importante ressaltar, que apesar da maioria dos artigos sobre lentes de contato voltados ao público leigo afirmarem que não existe necessidade de qualquer tipo de desgaste do dente ou que existe um desgaste minimamente invasivo, a ausência de algum desgaste nos dentes é na verdade a minoria dos casos.

Apesar de as lentes de contato serem extremamente finas, se for acrescentado algo na frente de dentes bem posicionados sem realizar nenhum desgaste, em minha opinião, corremos o risco de ficar com o lábio à frente e uma impressão de que os dentes "saltaram". Na boca, qualquer diferença de milímetro passa a sensação de uma diferença enorme.

O desgaste pode ser realmente leve, ele é realizado apenas na parte da frente do dente, mas depois de realizado, não tem volta. Os resultados são fantásticos, os pacientes ficam extremamente satisfeitos.

 

O processo de colocação das lentes é simples para o paciente, mas muito rico em detalhes para o dentista, O encaixe tem que ser preciso, para que o dente que será colocado ao lado também encaixe perfeitamente, e assim, toda atenção a cada dente que será colocado. Se um dente ficar 0,01 mm fora da posição, já teremos um problema no resultado final.

Para colocação das lentes de contato dentária são necessárias várias sessões com o dentista. Na primeira será feito o planejamento do procedimento, em seguida o dentista irá preparar os dentes e fazer os dentes em resina bisacrilica para ver se o paciente gosta e onde precisamos mudar algo.

Depois, será feita uma consulta para provar os dentes de dissilicato de lítio - é muito importante para ver como ficará. Apesar de todas as demonstrações feitas anteriormente, é aqui o resultado final, o dente que vai ser colocado na sua boca, com a cor escolhida.

Se neste último momento o paciente achar o dente mais claro do que ele queria, maior que o desejado ou qualquer coisa pessoal que ele quiser mudar, ainda é possível. Quando já vem pronto, não tem mais o que fazer, é aquele dente e está resolvido.

Assim que tudo estiver resolvido, o protético faz as alterações necessárias e no dia seguinte as lentes são colocadas, com a certeza de que é exatamente o que queríamos desde o início.

 

Diferença entre faceta de porcelana e lente de contato dental

Antes, faceta de porcelana era o mesmo trabalho realizado agora, mas com uma porcelana que não tinha resistência, ela era friável, ou seja, podia a qualquer momento trincar. Com essa porcelana, não podíamos fazer dentes finos, pois ela tinha que ter uma espessura suficiente para evitar fratura.

As lentes da atualidade são feitas com dissilicato de lítio, que tem as mesmas características das cerâmicas, mas é extremamente resistente a fratura e com os novos materiais para união da faceta com o dente, ela nunca mais solta, exceto por falha na cimentação.

Como ela é muito resistente, você consegue fazer facetas extremamente finas, as chamadas lentes de contato. Apenas para facilitar o entendimento do leitor, podemos dizer que quando o trabalho tem entre 0,2 e 0,6 mm de espessura, podemos falar em lente de contato dental, acima dessa espessura, chamamos de faceta.

Este é o novo sonho de consumo em relação à estética bucal, são lindas, resistentes e duráveis. Apresentam também uma grande vantagem na atualidade, apesar de ainda não serem baratas, custam hoje em dia metade ou até menos da metade que custavam há poucos anos atrás.

 

Fonte.