População não escova os dentes quanto deveria, diz estudo


Acreditando que o certo é escovar os dentes três vezes por dia, algumas pessoas dão essa resposta quando participam de testes em formas de questionário sobre a freqüência de sua higiene bucal. Porém, um estudo feito pela Faculdade de Saúde Pública, da USP, com testes práticos observou que essas respostas não estão de acordo com os hábitos reais da população do país.  

 

A pesquisa foi divida em três partes. Em uma delas, foi aplicado um questionário sobre frequência de escovação em adolescentes de uma escola da Piracicaba, interior de São Paulo. Cerca de 73,7% responderam que escovam os dentes três ou mais vezes ao dia. 

 

Porém, nas duas fases práticas, o resultado foi um pouco diferente. Primeiro, foi entregue um tubo de pasta de dente aos jovens participantes da pesquisa e verificada a quantidade de pasta de dente que cada um costumava colocar habitualmente em sua escova. Depois de um tempo, esse tubo usado foi recolhido para a análise levando em consideração a quantidade de pasta usada por escovação e os dias de teste. Desta vez, percebeu-se que apenas 55,3% dos jovens escovam os dentes três ou mais vezes por dia. É uma diferença de 18,4% entre o teste prático e o questionário.  

 

“Esse resultado indicou uma superestimação da frequência de escovação estimada pela entrevista, resultado que fortalece a hipótese de que a convenção social pode exercer importante influência na resposta dos entrevistados, em que os pacientes relatam que escovam mais vezes os dentes do que realmente acontece na prática”, diz Luiz Felipe Scabar, responsável pela pesquisa.

 

Fonte: saude.terra.com.br