Cuidados odontológicos na terceira idade


Nesse período da vida acontece uma importante redução da salivação que favorece muito o aparecimento das cáries.

Durante a terceira idade, os cuidados odontológicos devem ser redobrados. A perda dentária é uma preocupação importante, pois se não tratada, leva a uma piora nos hábitos alimentares e impacta emocionalmente os idosos. As doenças periodontais: doenças das gengivas e de outras estruturas que sustentam os dentes na boca, e são extremamente frequentes nos idosos.

Nesse período da vida, acontece também uma importante redução da salivação que favorece muito o aparecimento das cáries. Tumores benignos e malignos podem aparecer, principalmente em caso de fumantes ou em pessoas que tenham predisposição genética. Em todos esses casos, um diagnóstico precoce pode melhorar muito a saúde e o conforto do idoso.

Os cuidados odontológicos variam de acordo com as condições físicas do idoso. O acompanhamento deve ser mais frequente, e o dentista deve saber lidar com os riscos e as necessidades de pacientes em tratamento médico para doenças do corpo, tais como diabetes, arritmias, insuficiências cardíacas, doenças renais, câncer, etc. Cada doença tem sua particularidade e pode influenciar no tratamento odontológico de forma diferente.

Uma dieta adequada e a boa escovação diária podem ser aliados. A má alimentação, com alta frequência de alimentos doces e grudentos, favorece o aparecimento de cáries. É pior comer uma balinha ou bolacha de hora em hora do que ingerir uma quantidade enorme de doce no fim de semana. Alimentos como bolachas recheadas e uvas passas são altamente cariogênicos. A sugestão é deixar para comer doce após as refeições, quando os dentes serão escovados em seguida.
 

A escovação na terceira idade também deve ser observada com cuidado e ter a indicação de um dentista, pois, geralmente, o idoso tem dificuldades motoras.