Cárie de mamadeira e a saúde odontológica da criança


A mamadeira, aliada das mães para alimentação complementar do bebê, pode ser uma vilã no desenvolvimento odontológico de crianças. O mal atinge crianças que fazem uso da mamadeira com líquidos açucarados somada à higiene bucal inadequada.

Segundo a odontóloga da DS Oral Odontologia Avançada, Dra Stella Palhares, a doença é considerada agressiva, de evolução rápida, provocando muita dor e podendo levar à destruição ou até mesmo à perda de boa parte dos dentes de leite.

“Os pais devem evitar dar mamadeiras durante a madrugada para os filhos, principalmente contendo achocolatados ou açúcares. Também não é indicado o uso exagerado de sucos ácidos ou refrigerantes durante o dia. Aliado a isso, deve-se manter uma higiene bucal adequada após cada refeição ou mamada, mesmo que a criança ainda esteja mamando no peito”, afirma a cirurgiã-dentista.

Dra Stella aconselha que, assim que os primeiros dentinhos começarem a erupcionar, por volta de 6 meses de vida, é necessário criar o hábito da escovação na criança, com escovas especiais de cerdas macias e cabeça pequena mesmo que sem a utilização de creme dental, e nos bebês ainda sem a dentição, é importante que a higiene seja feita com uma gaze ou dedeira embebida em água potável após cada mamada.